Até fevereiro de 2020, mais municípios mineiros vão passar pela conclusão da revisão biométrica obrigatória. São eles: Ibirité, Mário Campos, Nova Lima, Raposos, Ribeirão das Neves, Rio Acima, Sabará, Santa Luzia, São José da Lapa, Sarzedo e Vespasiano. Ali, os eleitores deverão agendar o atendimento pelo Disque-Eleitor ou pelo site do TRE. O atendimento também pode ser feito por ordem de chegada.

Algumas cidades contam com postos de atendimento extras, além daqueles localizados nos cartórios eleitorais.

Nas Eleições 2018, 4.736.576 eleitores mineiros foram identificados por meio de seus dados biométricos. Em Minas Gerais, a biometria já é obrigatória em 84 municípios e todos os seus eleitores já foram cadastrados. Belo Horizonte ainda não foi contemplada, assim como os municípios do Sul do estado, como Poços de Caldas, Pouso Alegre e Varginha – e demais cidades da região, por exemplo -, que ainda não estão no mapa do recadastramento.